BULDOGUE INGLÊS

 

Nome:BULDOGUE INGLÊS Nome 2 :BULLDOG Nome 3 :Padrão não comenta
 
Origem: Grã-Bretanha
Nome de origem: Bull Dog / Fêmea: Bull Bitch;
Utilização: Companhia.
 
ASPECTO GERAL - de pelagem curta e lisa, robusto e baixo, atarracado, largo, possante e compacto. Cabeça relativamente grande, para o seu tamanho, entretanto, característica alguma pode sobrepujar as demais, a ponto de prejudicar a simetria geral, tornando deformado, o aspecto do cão, ou ainda, interferir na sua movimentação. O focinho é curto, largo, romboidal e ascendente. Cães que apresentam problemas respiratórios são altamente insesejáveis. O tronco é curto, bem estruturado, sem tendência à obesidade. Membros robustos, musculatura bem desenvolvida e rígida. Posteriores longos e fortes, um pouco mais leves que os poderosos anteriores. A fêmea é menor e menos corpulenta que o macho.
PROPORÇÕES Padrão não comenta.
TALHE  
• Altura da Cernelha
Macho: Altura Máxima padrão não comenta.
Altura Mínima padrão não comenta.
Altura Ideal padrão não comenta.
Fêmea: Altura Máxima padrão não comenta.
Altura Mínima padrão não comenta.
Altura Ideal padrão não comenta.
• Comprimento padrão não comenta.
• Peso - macho 25 quilos e fêmea 23 quilos.
TEMPERAMENTO - sua figura sugere determinação, força e atividade. Esperto, valente, fiel, confiável, corajoso, de aspecto feroz, mas de índole afetuosa.
PELE Padrão não comenta
PELAGEM - Pêlo: de textura refinada, curta, densa e lisa (parece dura, apenas, por ser curta e densa, o pêlo não é de arame).
COR - unicolor, com ou sem focinho preto ou máscara. Todas as cores são uniformes (puras e brilhantes), isto é: vermelho - em suas diferentes tonalidades, fulvo, fulvo claro etc., rajado, branco, ou com marcação branca (isto é, combinação do branco com qualquer das cores precedentes. As cores fígado, preto e, preto com marcas castanho, são altamente indesejáveis.
CABEÇA - Vista de perfil, a cabeça parece muito alta e curta, do occipital à ponta do nariz. A testa é chata, e a pele da cabeça, solta, finamente enrugada e de desenvolvimento moderado. As arcadas superciliares são proeminentes, largas, altas e simétricas. Do stop, segue um sulco sagital, largo e profundo, até o meio do crânio, que poderá prosseguir até o topo. Uma ruga curta faceando, desde a frente dos ossos malares, até o nariz.
• Crânio - de perímetro extenso, cuja medida (tomada à frente das orelhas) é, aproximadamente, igual a altura do cão, na cernelha. Visto de frente, parece muito alta, do canto posterior da mandíbula ao topo do crânio, é ainda, larga e simétrica. A distância, do canto proximal dos olhos (ou do centro do stop, entre os olhos) à extremidade da trufa (y), é maior que a distância, da extre-midade da trufa à borda do lábio inferior (x).
• Stop - entre os olhos, um degrau amplo e profundo.
• Focinho REGIÃO FACIAL: vista de frente, a silhueta das faces é simétrica em relação ao plano médio, longitudinal.
- curto, largo, arrebitado e muito profundo, desde o canto dos olhos até a comissura labial. A ruga do nariz não pode interferir com a continuidade da linha.
• Trufa - e narinas bem desenvolvidas, largas e pretas - jamais cor fígado, vermelho ou marrom. A ponta da trufa é direcionada para os olhos. Entre as narinas, grandes e largas e abertas, com uma linha reta vertical, bem definida.
• Lábios - os superiores são espessos, largos, pendentes e bem profundos, cobrindo completamente, apenas, as faces laterais da mandíbula, sem cobrir a face anterior. Na frente, os lábios, superi-or e inferior, tocam-se, cobrindo inteiramente os dentes.
• Bochecha - bem arredondadas e, a distância entre elas, é maior que a distância entre os cantos distais dos olhos.
• Mordedura - mandíbula, larga, massuda e simétrica, projeta-se consideravelmente à frente da maxila (z), curvando-se para cima. Mandíbula larga e nivelada com seis incisivos alinhados entre os caninos, que ficam bem afastados. Dentes grandes e fortes: ficam ocultos quando a boca está fechada. De frente, a mandíbula é nivelada.
• Olhos - redondos, tamanho médio, inseridos baixo, no plano da pele e bem afastados das orelhas. Visto de frente, os olhos e o stop ficam na mesma reta, perpendicular ao sulco frontal. Apesar de bem afastados, os cantos distais permanecem dentro da silhueta das bochechas. De cor bem escura, quase preta; quando direcionados para frente a esclerótica (branco do olho) permanece oculta. Sem os problemas oculares óbvios.
• Orelhas - de inserção alta, ou seja, visto de frente, o bordo anterior de cada orelha, junta-se com o contorno do crânio, de tal forma, que as orelhas fiquem bem afastadas e tão distante, dos olhos, quanto possível. Pequenas e finas. O porte correto das orelhas é em rosa, isto é, o bordo anterior dobra-se para trás, e descansa no pescoço, mostrando parte da face interna do pavilhão auditivo.
PESCOÇO - de comprimento médio, muito grosso, profundo e forte. Linha superior bem arqueada com pele grossa e solta em abundância e enrugada na região da garganta, formando uma barbela de cada lado desde a mandíbula até o antepeito.
TRONCO  
• Linha superior - Dorso levemente descendente, logo após a cernelha (parte mais baixa), depois ascendente para o lombo (atingindo o ponto mais alto na garupa), para descer até a raiz da cauda, em curva brusca fazendo um arco (chamado de dorso carpeado) característico, típico da raça.
• Cernelha Padrão não comenta
• Dorso - curto, forte, largo na cernelha, relativamente mais estreito no lombo.
• Peito - largo, seção redonda; de perfil, proeminente e profundo. Antepeito espaçoso, redondo e muito profundo da cernelha até a parte mais baixa no tórax. Bem baixo entre os anteriores. Diâmetro largo, redondo atrás dos anteriores.
• Costelas - bem arqueadas e anguladas para trás (sem ser plano lateralmente).
• Ventre - esgalgado e não flácido.
• Lombo - relativamente mais estreito que o torax.
• Garupa - arredondada, mais alta que a cernelha.
MEMBROS - descriçao de membros
Anteriores - membros bem afastados, bem desenvolvidos, robustos, fortes, grossos e tão musculosos que mostra o contorno arqueado, apesar dos ossos serem grandes e retos, sem curvas ou arqueamento; curtos, em comparação aos posteriores, sem que o dorso pareça longo ou prejudique as atividades do cão incapacitando-o.
• Ombros - largos, inclinados, profundos, poderosos e musculosos, parecendo terem sido acrescentados ao tronco.
• Braços Padrão não comenta
• Cotovelos - baixos e bem afastados das costelas.
• Antebraços - Contorno ligeiramente arqueado.
• Carpos Padrão não comenta
• Metacarpos - curtos, retos e fortes.
• Patas - retas e, muito discretamente, voltadas para fora; de tamanho médio e, moderadamente, arredondadas. Dígitos, compactados e grossos, bem separados, com hipertrofia articular.
Posteriores - membros longos e musculosos, proporcionalmente, maiores que os anteriores, levantando o lombo. Membros musculosos, de estrutura alongada, do lombo aos jarretes curtos, retos e fortes.
• Coxas Padrão não comenta
• Joelhos - redondos, com discreto desvio para fora.
• Pernas Padrão não comenta
• Metatarsos Padrão não comenta
• Jarretes
 
- os jarretes aproximam-se e, como conseqüência, as patas também sofrem um discreto desvio para fora. São suavemente angulados e curtos.
• Patas - redondas e compactas. Dígitos, compactados e grossos, bem separados, com hipertrofia articular.
CAUDA - inserção baixa, nascendo saliente e reta, para, depois, fazer uma curva para baixo. De seção redonda, lisa, sem franja ou pêlos ásperos. Comprimento médio, mais para curta que para longa, grossa na raiz, afinando, rapidamente, até uma ponta fina. Portada para baixo (sem evidente curva para cima, na ponta) e jamais, portada sobre o dorso.
MOVIMENTAÇÃO - andadura, particularmente, pesada e travada, a passadas curtas e rápidas na ponta das patas, sem elevar as posteriores, como se as arrastasse no chão, e, com uma das escápulas, sempre avançada. A eficiência da movimentação é de extrema importância.
FALTAS GRAVES padrão não comenta.
DESQUALIFICAÇÕES Padrão não comenta